segunda-feira, julho 18, 2005

Fronteira entre o sonho e a realidade

Por vezes acordo com a sensação de ter tanto para fazer e apenas ter feito 1/3, sentir ainda por me realizar a todos os níveis. Mas em contra-partida todos os dias tenho um sonho diferente. Um sonho que me vai transportando para outras realidades, e o sonho desta realidade momentânea passa a ser outro de outra realidade. Porque é que não conseguimos inserir um sonho na realidade? Ou viver a realidade num sonho? Se tentamos inserir um sonho na realidade sentimos que há algo sempre a fugir, algo que não é 100% realizável. Mas se vivermos a realidade num sonho tanto nos podemos sentir realizados ou então ridículos… Dado que tudo é relativo, onde está a realidade que nos fará vibrar ainda mais e viver mais intensamente? A realidade que sonhamos e que hipoteticamente nunca alcançaremos. Será que algum dia chegaremos a alguma vizinhança dessa realidade, ou apenas damos valor aos tempos vividos já fora de prazo?

3 Comments:

Blogger botinhas Escreveu...

Nem tudo é relativo: a velocidade da luz é invariante do referencial. Só temos de sonhar à velocidade da luz...
Para atingir a vizinhança da realidade o melhor é aplicar o critério de Leibnitz ou o de Banach para funções contínuas. Sonha, que a realidade converge monótonamente!

9:45 da tarde  
Blogger Pipinha Escreveu...

Só tu para me responderes assim!!!Lindo!!! Genial!!! Beijokas!!! Y muchas gracias!!! FF

10:04 da tarde  
Blogger ines Escreveu...

O sonho não tem prazo e muito menos esta fora dele... não podemos deixar que fique, plo menos temos de estar atentos.. O sonho passa a realidade na medida em que o pomos em pratica e deixar mos de o ver como uma redoma, mesmo que sonhes e nao consigas vive lo por inteiro podes viver plo menos uma parte dela... precisamos do sonho para deixar mos a monotonia e lado e por pequenos e breves instantes fugazes dentro de nos o vivemos.. esquecermo nos de nos proprios quando fechamos os olhos... e depois sorrimos na rua como se nao houvesse amanha ao ponto em que as pessoas pensam que somos malucos e estamos a rir por rir, quando na realidade estamos a sonhar so para nos e nos... lol a questao é que não ha sonhos perfeitos e temos q viver a realidade sem fronteiras sempre e sempre como se não houvesse amanha ou como se nao houvesse daqui a dois anos e sempre sempre como se nao houvesse amanha... precisamos do sonho para sabermos que estamos vivos...

10:25 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

/body>